PORTUGAL 4.º NO PRO-AM, HOJE COMEÇA A SÉRIO

JOGADORES ELOGIAM TORNEIO INOVADOR DO EUROPEAN TOUR COM ENTRADA LIVRE PARA ATRAIR MAIS PÚBLICO

Portugal teve ontem (quinta-feira) um bom ensaio para o GolfSixes em Cascais, ao terminar o Pro-Am no 4.º lugar, mas é hoje que o torneio do European Tour, de um milhão de euros em prémios monetários, começa a sério, logo às 11 horas, com o confronto entre a seleção nacional e a sua congénere inglesa, no Oitavos Dunes, na Quinta da Marinha.

A entrada é livre e é importante que muito público acorra a Cascais para apoiar Portugal nesta difícil fase de grupos em que Portugal ficou emparelhado com Inglaterra, Escócia e Índia. No final do dia, só duas dessas equipas terão passado aos quartos de final de sábado.

Ontem houve dois torneios de Pro-Am, para uma lista exclusiva de convidados deliciar-se com as modificações que foram efetuadas ao campo do Oitavos Dunes, antigo palco do Open de Portugal, para acolher este inovador evento em que cada confronto entre duas seleções resume-se a seis buracos, e no qual extingue-se a etiqueta do silêncio. Pelo contrário, a animação de DJ’s convida o público a apoiar ruidosamente as suas equipas e deseja-se que a Portugal não falte apoio.

No Pro-Am da tarde de ontem, que contou com mais vento e condições de jogo mais complicadas, Portugal obteve um bom 4.º lugar entre oito equipas, mas com o terceiro melhor resultado de 4 pancadas abaixo do Par, empatado com a Austrália. Suécia e Irlanda empataram com -6, seguidas da equipa feminina de Inglaterra com -5. Atrás de Portugal ficaram África do Sul (-2), Escócia (-2) e Espanha (-1).

Portugal alinhou com os profissionais Pedro Figueiredo e Ricardo Melo Gouveia. Os amadores foram os pais dos jogadores, Tomás Melo Gouveia e José Luís (“Ginja”) Figueiredo, bem como o britânico David Williams (presidente do European Tour) e Berardo Corrêa de Barros, vice-presidente da Associação de Turismo de Cascais. Por curiosidade, David Williams, que fala português, ganhou o prémio da bola mais perto do buraco.

Entretanto, o European Tour recolheu declarações de vários protagonistas. Eis a dos portugueses e dos irlandeses, que regressam ao torneio, para defender o título conquistado no ano passado:

Ricardo Melo Gouveia: «Temos sempre um pouco de pressão por jogarmos perante o nosso público. Temos uma mistura de pares 4 curtos e pares 3 difíceis. O buraco 5, que é habitualmente o buraco 18, é sempre um para 4 duro. Depois temos o último buraco que penso que vai ser muito divertido pelo que ouvi. Vai ser uma experiência diferente para quem esteve nas anteriores edições do GolfSixes. Somos ambos jogadores rápidos por isso penso que não teremos problemas».

Pedro Figueiredo: «Penso que é fantástico. Trás outro tipo de público para o jogo e penso que é disso que estamos a precisar. Alargar um bocadinho o leque das pessoas que assistem e seguem o golfe, e este torneio acredito que ajuda a isso. Espero que os resultados nesse aspeto sejam muito positivos».

Paul Dunne: «Estou preparado para uma semana diferente em termos de formato. Existe um grande ambiente entre todos os jogadores. Quando formos para o campo vamos querer ganhar, mas está um ambiente festivo por todo o lado. É uma semana pela qual estava ansioso. O formato adapta-se bem a mim e ao Gavin e espero que possamos fazer o que fizemos no ano passado, mas nunca se sabe em apenas seis buracos. Vai depender quem estiver mais confiante com o putt porque quem estiver mais confortável tem mais hipóteses de fazer birdies».

Gavin Moynihan: «É muito diferente do ano passado, onde podíamos ser agressivos na pancada de saída. Este ano temos vários buracos em que saímos de ferro ou madeira 3, apenas para colocar a bola. Não vamos ter pancadas muito longas para o segundo shot, apenas teremos de colocar a bola de saída no fairway e estar com atenção a cada buraco. Penso que pode correr bem para nós, porque parece que vai estar vento. Estamos ansiosos. Tenho estado a aguardar por isto nas últimas semanas. É sempre bom jogar golfe por equipas, faz-nos recuar aos tempos de amador, onde jogávamos alguns torneios internacionais e a Walker Cup. Vai ser uma grande semana. Obviamente que o golfe é o mais importante, mas temos muito por onde nos divertir».

Texto: Hugo Ribeiro (com departamento de Media do European Tour)

Fotografias: 1 – Ricardo Melo Gouveia e o caddie Daniel Silva. Imagens de Getty Images, só podem ser usadas gratuitamente para divulgação do GolfSixes Cascais
Contactos: Hugo Ribeiro (93 422 08 53 ) – presspgaportugal@sapo.pt/www.europeantour.com / https:/www.cascais.pt / https:/oitavosdunes.com /

Fullsix Portugal